Quais exercícios são mais recomendados para pessoas que sofreram um AVC?

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é um importante evento cerebrovascular que apesar de deixar sequelas, serve de alerta ou um toque de despertar para o indivíduo. Exercícios físicos bem orientados e mudanças no estilo de vida podem melhorar a saúde geral e prevenir novos episódios cardiovasculares como outro AVC ou até mesmo um enfarto. Segundo pesquisas, a falta de atividade física após um Acidente Vascular Cerebral apresenta alta prevalência e pode comprometer ainda mais a saúde e qualidade de vida do indivíduo.

Neste sentido, a Associação Americana de Doença Cerebrovascular publicou este mês, recomendações sobre exercícios físicos para os indivíduos que já sofreram um AVC. Este consenso, que foi baseado nas melhores evidências científicas traz orientações detalhadas sobre o tipo de exercício, intensidade, frequência e tempo de atividade em cada fase após um AVC.

Exercícios físicos (aeróbicos, fortalecimento muscular, coordenação, equilíbrio, dentre outros) prescritos de forma correta e específica, melhoram a capacidade funcional, habilidade para as atividades do dia a dia, qualidade de vida, além de diminuir o risco de ocorrência de outro evento neurológico-vascular.

O estudo destaca a importância de uma avaliação individualizada, realizada por um profissional qualificado e experiente em atendimento de pacientes com problemas cerebrovasculares.

Procure sempre um fisioterapeuta habilitado para prescrever e acompanhar os melhores exercícios físicos para os indivíduos que sofreram um AVC.

Para ler o texto na íntegra, acesse: http://stroke.ahajournals.org/content/45/8/2532

 

Referência: Billinger et al. ExerciseRecommendations for StrokeSurvivors. StrokeAugust 2014

Para mais informações entre em contato conosco pelas redes sociais ou agende uma avaliação:

Moving Saúde
Tel: (62) 4013-6464
Cel: (62) 98409-7799
End. Rua 147, n 75, (Academia Bodytech)
Setor Marista, Goiânia-GO

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *